HBO The Starship: Por trás das câmeras

Após assistir ao fantástico clip DVNO do grupo Justice e divagar sobre tantas referências muito bem usadas, achei um documentário muito interessante que fala da criação e produção de "The Starship" vinheta de introdução dos filmes da HBO nos EUA em 1983.

O video tem pouco mais de 10 minutos onde a equipe que trabalhou no projeto vai detalhando cada etapa dele até apresentar a vinheta de 1:10s finalizada. Para estes 70 segundos foram necessários 3 meses de trabalho de seis artistas na montagem e pintura dos pequenos prédios, casas e árvores que compõem a maquete da cidade modelo onde a câmera sobrevoa causando o efeito de filmagem aérea. Isto quer dizer: zero computação gráfica! Tecnologia similar foi usada para criar o ataque dos Jedis com seus X-Wings à Estrela da Morte no filme Star Wars IV.

Vale muito a pena uma olhada:(aos apressados no instante 8:56 é mostrada a vinheta finalizada)



Impressionante a criação dos efeitos do "Stargate Effect" (5:48) e do "Color Rays" (6:40) tirando tudo do que era possível das técnicas existentes na época. Estes efeitos e a montagem do logotipo da HBO em metal seriam facilmente criados com o uso de computadores e as tecnologias atuais, na época tudo na "unha". Outro ponto alto é o poder da música "Ilusions" de Jonathan L. Segal, perfeita para o tema e na sincronia.

DVNO X The Starshipdvno_hbo
Quem assistiu ao clipe do Justice, de cara percebeu o "O" do HBO voando pelo espaço naquele DVNO (39s). Vai encontrar também a cena da câmera sobrevoando a cidade até o horizonte (1:44s) desta vez com o título da música sobre os morros antes de subir para o espaço. Se eu disser que a cruz pairando no espaço (2:00) é uma referência ao "Stargate Effect", o que você diria?!

dvno_light justice

Fontes: Lifelounge, Avoision

Posts relacionados Related Posts with Thumbnails

2 comentários:

eduardo disse...

Caralho, é muito igual! Especialmente o momento em que a imagem "entra" nas letras, e ficam aquelas listras coloridas. Porra, muito bom mesmo!

Sebas disse...

Concordo Eduardo! É neste instante que foi aplicado o efeito "Color Rays". Ficou muito igual mesmo.

Postar um comentário