Logotipos e suas estranhas histórias III

Desde o último post que fiz dos logotipos e suas estranhas histórias, alguns projetos de logos passaram por mim na faculdade e nos projetos fora dela. Além de inúmeras referências pesquisadas nestes trabalhos, as histórias curiosas de logotipos famosos apareceram e foram guardadas com carinho para compor os futuros capítulos desta série.

Em agosto havia prometido um novo episódio ao Renan, leitor do Woww e estudante de comunicação. No espírito do jargão "antes tarde do que nunca" apresento as estrelas da vez: Chupa Chups, Qantas e o Superman.

Chupa Chups

chupachups
Impossível alguém nunca ter chupadoconsumido ou ouvido falar dos famosos pirulitos da fabricante de doces Chupa Chups. Fundada na Espanha em 1958 por Eric Bernat, durante a ditadura de Francisco Franco, desde o princípio primou pela inovação criando um pirulito mais prático para o consumo das crianças. Buscando divulgar sua marca mundialmente de forma efetiva, Bernat chamou ninguém menos que Salvador Dali para desenvolvê-la. Sim, o grande pintor surrealista Dali, foi apresentado as idéias de Bernat para o logo,e depois de uma hora de rabiscos entregou um pedaço de jornal velho com o esboço daquilo que seria a base da atual marca.

Cores quentes, formas orgânicas, tipografia manuscrita, foram os ingredientes usados por Dali para atrair as crianças aos pirulitos e guloseimas da Chupa Chups. Será que a curva abaixo do segundo "p" seria referência ao famoso bigode?!

Salvador_Dali

Qantas

Confesso que até bem pouco tempo não sabia qual o ramo da empresa do canguru saltando dentro do triângulo vermelho e nome parecido com "quantas". A Queesland and Northern Territory Aerial Services (QANTAS) iniciou suas atividades de transportes aéreos logo após o término da Primeira Guerra Mundial. As primeiras aplicações do canguru nos aviões foram inspiradas pela moeda de um penny Australiano. O formato foi tão bem aceito, que mais tarde, parte dele foi incorporado na insígnia de todas as Forças Armadas Australiana.

Australian_penny_1939detr img_qa20_1944

Em janeiro de 1947 o canguru ganhou asas na criação do designer Gert Sillhein. A modificação feita teve a intenção de combinar o logo da Qantas com o símbolo do avião Lockheed L749 Constellation, lançado na época e novidade na frota da empresa. Mais tarde, em 68, o canguru com asas virou para direita, foi envolvido por um círculo e a logotipia foi posicionada abaixo do símbolo.

img_qa20_1947 img_qa20_1968

Somente em 1984, 43 anos depois, o canguru da Qantas "perdeu suas asas" com o formato proposto por Tony Lunn. De aspecto mais refinado e estilizado, o desenho foi aplicado sobre um triângulo vermelho que remete a cauda de um avião. A fonte também foi redesenhada: barras e astes estão mais proporcionais dando maior volume.

img_qa20_1984

Em 95 a marca recebeu os dizeres "75 years" pela comemoração dos 75 anos da empresa. Em 2008 Hans Hulsbosch redesenhou a marca enfatizando modernidade e eficiência da companhia. A posição do canguru foi modificada o tornando mais orgânico e estilzado que a versão anterior. Em Cannes ela ficou entre as 10 melhores identidades do mundo.

QantasLogos,1

Para comemorar a entrega do primeiro Airbus A380 à frota da Qantas, foi realizada uma apresentação impressionante com luzes sobre a fuselagem de um dos aviões. Confira:

Superman

CReeve-Superman-Shield1
Na época que escrevi sobre o emblema do Batman, considerei Superman o herói mais badalado do século 20. No entanto, até o momento, este século é sem sombra de dúvidas do Cavaleiro das Trevas. Como o objetivo (até aqui) não é debater o grau de importância destes personagens deixo aos comentários esta função.

A primeira aparição do Superman e seu símbolo, herói idealizado por Jerry Siegel, ocorreu em 1938. A letra "S", utilizada para criar seu logo, é repleta de significados relacionados a cultura americana. Ela remete a Superman (super homem), Stopping Crimes (parar crimes), Saving lives (salvar vidas), etc. Para o personagem  ela representa o símbolo de sua família em Krypton. As cores, amarelo e vermelho, simbolizam RAO, o deus sol de Krypton, e assim como o Sol sugere força, energia e poder.

No processo evolutivo deste logo, a forma que envolve o "S" mudou inúmeras vezes partindo de um escudo amarelo, passando por um triângulo até chegar no atual pentágono em forma de diamante. As razões pela escolha desta forma foram a facilidade de ser reproduzida e para ser preenchida com cores. O "S", que na primeira versão esta na sua forma mais simples e sem graça, ganhou serifas e inflou para ocupar o espaço interno do pentágono.

SupermansSShields

Em poucas ocasiões a cor preta foi aplicada no fundo do símbolo. Após estas tentativas, o suporte do logo sofreu as modificações mais significativas, e em seguida retornaram ao vermelho e amarelo.

KingdomComeShield Superman Fleischer S Sheild

Na última versão criada para o filme Superman: O Retorno pela primeira vez o símbolo ganhou volume se projetando para fora do peito do herói.

SupermanReturnsShield1

Qual será sua próxima evolução?!

Não deixe de ler as duas primeiras partes da série: Logotipos e suas estranhas histórias e Logotipos e suas estranhas histórias II

Fontes: The Story of the Superman's Symbol, Logo Orange, Qantas

Posts relacionados Related Posts with Thumbnails

2 comentários:

Tatiana disse...

Incrível a apresentação do Qantas. Gostaria de ter feito parte da equipe que produziu o espetáculo!! :-)

Vivi Campos disse...

Como disse, ótima série esta das Histórias dos Logotipos!
Sou louca por Branding, Identidade Corporativa, etc etc... É definitivamente a área em que quero me especializar =)
Parabéns pelo post!

Ps: Obrigada pelo Parabéns Sebas!!!Abraços!!!!!

Postar um comentário