BASE Jump em Cave Swallows

Há algum tempo, assisti pela primeira vez na televisão uns malucos se atirando de pára-quedas do topo de edifícios altos pelo mundo e aterrissando no meio da rua, praças ou jardins que estivessem próximos: eram os base jumpers. B.A.S.E. jump é a mais perigosa e radical modalidade de pára-quedismo, realizada quando não se salta de um avião. A sigla B.A.S.E. significa Building, Antenna, Span, e Earth (prédio, antena, ponte, e montanha/terra), os locais onde geralmente são realizados os saltos.

Na cidade de San Luis Potosí, interior do México, existe uma caverna chamada de Sótano de las Golondrinas (ou Cave of Swallows em inglês), que no português significa mais ou menos Sotão das Andorinhas. O local recebeu este nome pelo grande número de pássaros que o utilizam como morada. Com 372 metros do ponto mais alto até a parte mais profunda de sua base e formato similar a um sino de igreja é considerada o melhor lugar no mundo para se praticar o base jump. O tempo médio de queda-livre fica entre 5 e 7 segundos o que é uma eternidade em se tratando de saltos.

Toda vez que se salta no Sótono é obrigatória uma visita de rapel na área de pouso, que fica no fundo do buraco. O lugar é bastante especial formado pela sedimentação da rocha pela água. Durante o dia a luz do sol se encarrega de iluminar o fundo da caverna dando a impressão é de se estar em um cenário extraterrestre. Após os saltos as extrações são realizadas a cada 10 minutos por um guincho motorizado. Dois aventureiros por vez são içados até o topo de Cave of Swallows.

Para você ter uma idéia melhor do que estou falando assista ao video abaixo que é parte de um documentário exibido pela BBC em 2006:



Selecionei algumas fotos de uma expedição realizada em 2003 documentada pelo site Aerial Extreme:

Johnny-Jeff2way

Landing-area-02

Landing-area-01

Light-Beam-2

CaveFloor

Já enfrentei alguns desafios radicais na minha vida, nenhum deles se compararia aos saltos em Cave of Swallows. Hoje, com mulher e filho esperando em casa, seria quase impossível chegar perto desta garganta o que dirá saltar até sua base. Resta, curtir o video com estes doidos enfrentando os limites entre a adrenalina e as paredes da caverna.
E você, saltaria?! Já saltou?! Conta pra nós.

Fontes: Fogonazos, Broadbandsports, Lost.art, Aerial Extreme

Posts relacionados Related Posts with Thumbnails

2 comentários:

Diego disse...

Só de olhar já dá medo. Quem pratica este tipo de atividade é digno de respeito porque pôr os limites humanos à prova não é coisa para qualquer um. Mas, se me convidassem para visualizar a atividade ao vivo eu diria: "hoje não, obrigado".

:-)

Sebas disse...

Limites é uma coisa que esses caras não conhecem... melhor: conhecem muito bem!
Só assim pra se atirar em uma caverna em forma de sino com um pára-quedas :)

Postar um comentário